quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Fábrica de Malhas Redinizes

Desta vez fui visitar uma das últimas fábricas do tecido industrial Conimbricence a fechar. Esta fábrica nasceu em 1955 e encerrou 50 anos depois, no ano de 2005. Coimbra foi, em tempos, um grande centro industrial da produção de malhas e tecidos, do qual até 2005 sobrou a Redinizes. Aquando do seu encerramento empregava 35 colaboradores, estávamos no mês de dezembro e a freguesia de S. Paulo de Frades via uma tragédia social acontecer a menos de dez dias do dia de Natal. Segundo relatos da altura, no final do turno desse malfadado dia ficou por pagar o subsídio de férias e o de natal por alegada rutura "económica e financeira". O Sindicato dos Trabalhadores Têxteis, Lanifícios e Vestuário do Centro por seu lado, alegou que teria sido a "especulação imobiliária" a ditar o encerramento desta fábrica da Rocha Nova uma vez que era possuidora de um "grande património". Fui surpreendido pela morfologia desta fábrica, a mistura do clássico industrial do estado novo com a estrutura pentagonal que funcionava como um showroom foi uma novidade para mim. Além disso, não fazia sequer ideia da existência desta fábrica! Não fosse um bom amigo, que sabe da minha panca por abandonos, e provavelmente nunca a teria "explorado". Por esse facto lhe agradeço. Espero que gostem da reportagem...






















Enviar um comentário